Aqui haverá postagens interessantes sobre vários assuntos, alguns é claro, polêmicos, para provocar debates. Obrigado pela visita, tenha uma agradável leitura! Obs. Desaconselhável para menores de 16 anos, por conter palavras inapropriadas e/ou temas adultos!



WEB

quarta-feira, 5 de julho de 2017

MEU PALPITE PARA: INTER 0X2 CRICIÚMA

 
http://carlosalbertofiorenza.blogspot.com.br/2013/09/times-do-coracao.html

No próximo sábado, o Inter fará pela n-ésima vez em dois anos, a alegria da torcida adversária, e isso dentro do Beira-Rio. Após a partida, ao se olhar para o campo, teremos quase a certeza de que o furacão Katrina passou ali. Bancos, arrancados e atirados nos jogadores, bombas de efeitos morais, esquadrão de choque e o escambau, tudo por que o Inter insiste em jogar na retranca contra as equipes da série B dentro de casa. A torcida não aguenta mais tantas apresentações pífias, sem interesse. É sempre bola para o lado, para trás e nada de chutar ao gol adversário. Jogadas sem criatividade, sem entrosamento, onde não se acerta um passe de cinco metros por jogadores tidos como profissionais. O Boa Esporte, com um jogador a menos, botou o Inter na roda, encurralando-o dentro de seu próprio campo, e venceu a partida. Os jogadores após mais um fiasco de proporções homéricas, tentam explicar o inexplicável. Aliás, ao Inter não cabe mais desculpas há muito tempo. Então, arma-se a equipe mais para não perder, do que para ganhar e não dá outra, a derrota acontece. É tão simples. É só colocar a equipe para frente, marcando no campo adversário e não esperando em seu próprio campo, qual é?

 
http://www.boaec.com.br/site/pagina/jogos

O Boa Esporte que nunca havia jogado com o Inter antes, portanto, sem nenhum conhecimento do adversário, foi para cima, não respeitando em nada. Já o Criciúma, que conhece e bem o Inter, se optar em respeitar pode até perder por ajuda do árbitro, mas se partir para cima, ninguém tira os três pontos do Cricúma no Beira-Rio. Segundo notícias, o ex-Técnico Guto mantém indefinição no ataque Colorado para essa partida. O que se pode esperar? Com as ridículas apresentações do Inter, não era para ter indefinição nenhuma. Era para escalar o que se tem de mais ofensivo e pronto. Mas nada disso deverá acontecer. O Inter entrará em campo, muito mais fechado ainda do que jogou contra o Boa Esporte, procurando não perder outra vez, ao invéz de ir para cima e tentar vencer a partida. O ex-Técnico Guto esta testando várias formações nos treinamentos, podem apostar que será contemplada a formação mais retranqueira, nada de muita agressividade no ataque não, isso é para equipes competentes. Faço aqui um esclarecimento que li dias desses, em que a Diretoria Colorada afirma que foi procurada pelo jogador Valdívia e este solicitou o seu empréstimo para outra equipe da série A, pois se recusou a jogar a série B. Então, tudo o que escrevi sobre  não manter o Valdívia em 2017 no Beira-Rio, não vale mais, em face da solicitação do atleta. Mas seja como for, temos o Claudio Winck que jamais deverá jogar no Inter por ter postura mais ofensiva, e o Colorado, equipe retranqueira que é, não gosta disso. Colorados! Preparem-se os lenços. Até a próxima postagem!