Aqui haverá postagens interessantes sobre vários assuntos, alguns é claro, polêmicos, para provocar debates. Obrigado pela visita, tenha uma agradável leitura! Obs. Desaconselhável para menores de 16 anos, por conter palavras inapropriadas e/ou temas adultos!



WEB

terça-feira, 9 de maio de 2017

MORO X LULA, CHEGOU O DIA "D"


   
https://www.jornaldopais.com.br/a-ameaca-lula-afirma-que-moro-nao-vivera-pra-ve-lo-preso/

 
No depoimento do ex-presidente Lula, que fará amanhã, quarta-feira, dia 10/05/2017, perante o juiz Sérgio Moro, acontecerá algo que jamais foi sonhado na República deste País. O impeachment do ex-Presidente Collor aconteceu sem o desgaste de um depoimento perante uma autoridade judiciária. Na época, Collor era presidente em exercício, e o Congresso cassou os seus direitos políticos. Agora o que se vê é um ex-presidente literalmente sentado no banco dos réus, como acusado. Apesar das muitas indicações, delações, constatações, convicções etc, contra Lula, o certo é que não há nenhuma prova cabal, concreta, física, que possa colocá-lo atrás das grades como querem os ditos "coxinhas". Fortes indícios tem aos montes com toda a certeza, mas não se tem a prova material que o incrimine de uma vez por todas. 

   
https://twitter.com/fdcdan/status/680029755446562816

Como não há nenhuma prova material, e sim uma acusação genérica, os advogados de Lula se veêm numa sinuca de bico, pois a defesa se torna prejudicada. Como a inocência é a regra, a culpabilidade é que deve ser provada pelos acusadores e isso não se tem, infelizmente. Ano vai, ano vem e a coisa continua a mesma, ou seja, nada acontece. 2018 se aproxima e Lula, pode vir novamente ser eleito para novo mandato presidencial. E, uma vez eleito, haverá sem sombra de dúvidas retalhiações, e o juiz Sérgio Moro será uma delas. Prevendo essa possibilidade, amanhã será o verdadeiro Dia D, desde que começou a Operação Lava Jato. Ou o ex-Presidente Lula sai direto para a cadeia, ou sai mais fortalecido ainda desse imbrólio. Certo esta o juiz Sérgio Moro de solicitar que os simpatizantes da Operação Lava Jato não compareçam nos arredores do Tribunal Federal de Curitiba-PR, onde se dará o depoimento do ex-Presidente Lula, até mesmo para evitar conflitos com os seus defensores. 

   
http://www.gazetadopovo.com.br/rodrigo-constantino/artigos/cut-usa-vans-municipais-e-paga-para-manifestantes-quem-nem-sabem-contra-o-que-protestam/
  
Caso ocorra algum encontro de ambas as correntes, poderá haver derramamento de sangue com pessoas inocentes, o que mancharia ainda mais a imagem do Brasil lá fora. Concordo com a jornalista Joice Hasselmann, a qual ainda que tenha inciado a sua atenção para o Partido dos Trabalhadores, hoje seu alvo é praticamente todos os partidos não tendo um só que se escape, afinal ninguém mais aguenta tanta corrupção nesse país. Também concordo com o Alexandre Frota quando na mesma linha de raciocínio, igualmente ataca os corruptos de todos os partidos, de todas as esferas públicas. Marco Antonio Villa, Ricardo Boechat, Datena, Raquel Sherazade, José Neumanne e tantos outros jornalistas de grandes veículos de TV também demonstram suas aflições com tamanhos desmandos de nossas autoridades como o STF, Congresso Nacional e etc. 

   
http://pikore.co/media.php?id=1508804888577285274_516101842

Não é possível que todos eles, letrados, inteligentíssimos sejam alvo de uma paranóia coletiva em ter o ex-Presidente Lula como desafeto como pensam os seus defensores. Não. Eles falam o que sabem sobre o assunto que nós mesmos não sabemos direito. Por outro lado, os "pães com mortadela", defendem o indefensável. Os próprios advogados de defesa de Lula não estão muito à vontade para essa audiência. Ninguém sabe o que pode acontecer lá. Talvez peçam um habeas Corpus preventivo ou algo parecido antes mesmo de começar a tão esperada audiência. Mas, independemente se Lula tem ou não tem razão, se será ou não será preso, nunca vi, antes na história desse país, um partido como o PT, causar tanta divisão entre os brasileiros. Eles conseguiram nos dividir, os "vermelhos" contra os "verde e amarelos", os comunistas contra os demais brasileiros. 


   
http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2016/02/grupos-pro-e-contra-lula-se-enfrentam-em-frente-forum-em-sp.html


Essa ruptura, essa divisão é que esta impedindo que o Brasil siga o seu caminho. Como pode um país dividido prosseguir com as reformas tão necessárias ao nosso próprio futuro? Contudo, o momento não é para se fazer nenhuma reforma nem trabalhista, nem previdenciária, nem mesmo política ou tributária, o momento é de reflexão, é de unir novamente os brasileiros para então daí sim, começar a projetar as tais reformas. Pois atualmente como esta, o povo dividido, as reformas serão implementadas sem que ao menos se dêem conta do que esta acontecendo, pois estão somente interessados em se digladiarem, não se importando com o nosso amanhã. Dessa forma, o Governo Federal deita e rola pois não há resistência de parte nenhuma, pois os brasileiros estão divididos entre os "pães com mortadelas" e os "coxinhas". 

 
   
http://etudopolitica.blogfolha.uol.com.br/tag/psdb/


Divisão igual se vê hoje em alguns países da Ásia, principalmente na Síria, onde Governos querem se manter no poder a qualquer custo, mesmo que o preço seja derramamento de sangue de milhares de pessoas inocentes, sem se importar se se tratam de crianças indefesas, de idosos sem amparo, de mulheres grávidas, viúvas etc. Não é esse o futuro que desejamos. Queremos novamente um país unido, sem que um partido tome as rédeas de tudo, pois isso tem o nome de ditadura que começa por um populismo mascarado e vai se tornando totalitário na medida em que aumenta os tentáculos de seu poder. Esperamos que amanhã prevaleça o bom senso e que os conflitos fiquem restritos no campo de batalha judicial tão somente. Até a próxima postagem!