Aqui haverá postagens interessantes sobre vários assuntos, alguns é claro, polêmicos, para provocar debates. Obrigado pela visita, tenha uma agradável leitura! Obs. Desaconselhável para menores de 16 anos, por conter palavras inapropriadas e/ou temas adultos!



WEB

segunda-feira, 27 de março de 2017

LARGADA CORRIDA RÚSTICA DE VERÃO PORTO VELHO-RO!






Essa foi a minha segunda corrida no ano. A primeira foi em João Pessoa-PB nas férias. Agora foi a segunda aqui em Porto Velho-RO. Ambas as provas de 5 km. Para correr essa prova eu treinei uma semana antes somente. Nem sabia de que haveria corrida. Uma vez inscrito, parti para o treinamento solitário, ainda que minhas colegas de trabalho tivessem me indicado o profissional qualificado para meu treinamento. Quando fui fazer minha inscrição,  conheci o professor Hélio, meu xará, que por sinal era o responsável pela Corrida Rústica de Verão de Porto Velho-RO. Tivemos conversando por horas. Tirei muitas dúvidas. Chegado o dia, comi uma tapioca com queijo e ovo frito no café da manhã, afinal tinha que reforçar para não almoçar mais tarde.  O almoço foi somente peixe partes pequenas, na verdade tratava-se de uma banda de tambaqui assado e sem espinhas no restaurante da Rua Dois. Com uma hora de antecedência cheguei ao local da prova para pegar meu número, no Parque Circuíto. Dessa vez fiquei com o número 16, o qual foi-me entregue pelo professor Hélio. Tirei algumas fotos.
 



Arquivo particular



Vi colegas de trabalho por lá, inclusive a que me indicou fazer essa prova. Também estava lá o meu chefe. -  Vixi!!! Pensei. Não posso chegar na frente dele!!! Mas tudo bem. Foi iniciada a prova. Todos começam a correr e eu no meu trote. Acontece que quando eu corro sozinho o meu trote é ainda mais lento. Mas ali, não haviam muitos atletas como havia em João Pessoa-PB em janeiro desse ano. Logo de saída fiquei por último, o que não me desanimou em nada.  Corri atrás dos outros mesmos. Pensava que logo, logo eles iriam se cansar e eu passaria boa parte deles. Mas isso não se sucedeu. Consegui ultrapassar dois atletas mas não os vi mais depois, não sei se desistiram. O trajeto era bem legal. Saída do Parque Circuíto, chegando até a Av. Jorge Teixeira, perto do Aeroporto, retornando pela outra pista, pegando uma fitinha que era a senha para receber a medalha na linha de chegada.  Muitos dos que passavam de volta por mim, me deram a maior força, inclusive o meu próprio chefe, quem diria!!! - Força Helião!!!



Arquivo prticular



Cheguei no final da pista, contornei, peguei minha fitinha e água e continuei correndo. Quando estava me aproximando de um atleta, o cara começou a correr feito um desesperado e não consegui mais acompanhá-lo. Tinha agora pela frente uma curva à direita, que ficava no lado do início da pista de pouso do Aeroporto, depois uma curva à esquerda, então passava por um túnel verde e chegava-se numa grande reta que era a linha de chegada. Eu não olhava mais para a frente, olhava somente para os meus pés, implorando para que o chão passasse mais depressa. Senti um avião passar por cima de minha cabeça. Não olhei, mas acenei com minha toalhinha que levava junto para ir enxugando o meu suor e impedir que caísse nas lentes de meus óculos. Ao longe já dava para ouvir as caixas de som com o professor Hélio dizendo que parecia que não havia mais ninguém, que haviam chegado todos.
 

 Arquivo particular


Então, ele olha para o fim da pista e lá vem eu, sempre no mesmo trote, sem caminhar nenhum metro, e fala: - É o Hélio, ainda tem o último colocado para encerrar a prova!. Ao encerrar, tive o aplauso de todos ali presentes, pelo que agradeci como faz Roberto Carlos após cantar uma canção para o seu público, quase caí. Minhas pernas tremiam.  Mas nada de caimbra. Respiração ofegante sim, mas nada de cansaço extremo, nada de dores nas pernas. Recebi a minha tão esperada medalha. A segunda do ano. Espero que possa receber mais. Isso é um preparo para as Olimpíadas que serão realizadas no Espírito Santo. Tudo foi documentado por minha esposa e minha cunhada que tudo filmou. Que venham as próximas corridas. Até a próxima postagem!